<$BlogRSDUrl$>

quinta-feira, outubro 28, 2004

V. Guimarães-FC Porto, 2-1: Vitória forte de mais para fantasma portista

O Vitória de Guimarães segue em frente na Taça de Portugal à custa do FC Porto, na sequência de um dos piores jogos da época, com equipas desacertadas, jogadores desinspirados e um árbitro claramente “fora de forma”.

Na noite de Guimarães sobressaiu, no entanto, um excepcional Nuno Assis, capaz de retirar o Vitória da mediocridade exibicional da primeira parte e de afundar o campeão nacional e europeu no buraco onde se vai enfiando depois das vitórias intermitentes da SuperLiga.

Precipitados na rotação de jogadores a que se sentem obrigados pelo calendário, os dois treinadores armaram as equipas com muitos jogadores fora de ritmo, mas Manuel Machado foi mais feliz e competente do que Víctor Fernández, por ter usado o tempo de intervalo de forma útil. Se o Vitória tinha sido medíocre na primeira parte, subiu muito na segunda, e não foi acompanhado nem de perto nem de longe pelo FC Porto, que tem muitos jogadores de nome a viver à sombra do capital de prestígio que não rende pontos nem ganha eliminatórias. Onde vai este FC Porto? Para já, fica fora da Taça de Portugal e com os objectivos centrados na SuperLiga e na Liga dos Campeões.

This page is powered by Blogger. Isn't yours?