<$BlogRSDUrl$>

quarta-feira, setembro 22, 2004

Carlos Alberto ficou fora dos convocados

"Carlos Alberto é um fenómeno. Tem tudo para ser um dos melhores jogadores do Mundo." Foi assim que Costinha classificou o seu companheiro numa pequena entrevista concedida à revista oficial da Liga dos Campeões.

Com a saída de Deco e Alenitchev, o brasileiro era visto como o herdeiro natural do "mágico" na condução da equipa. Chegou Diego e logo se percebeu que Carlos Alberto teria um rival de peso, mas com a vantagem de estar ambientado ao clube.

Mas a verdade é que o jogador contratado na época passada ao Fluminense tarda em afirmar-se. As suas exibições primam pela irregularidade. Se nos primeiros três encontros oficiais foi utilizado a tempo inteiro, nos dois últimos jogos saiu a meio da segunda parte, não se assumindo como o desequilibrador que a equipa necessita nesta altura.

Ainda assim, com o Estoril, Carlos Alberto fez a assistência que permitiu a Luís Fabiano estrear-se a marcar pelo FC Porto. Muito pouco para um jogador que também José Mourinho considerou como um dos melhores do Mundo na sua posição, a curto prazo.

Desta feita, Víctor Fernández deixou-o de fora dos convocados para a recepção à União de Leiria. Uma medida que se entende como gestão do plantel, mas que causa alguma estranheza, na medida em que isso deverá obrigar Diego a jogar de início, ele que em princípio descansaria mais um jogo, devido a fadiga muscular.

Um dos factores que tem contribuído para a irregularidade de Carlos Alberto tem sido também a coabitação com Diego no onze. Dois jogadores com características idênticas.


This page is powered by Blogger. Isn't yours?