<$BlogRSDUrl$>

segunda-feira, agosto 23, 2004

Fc Porto: Assalto ao Mónaco

O técnico Víctor Fernández começa hoje a preparar a equipa para a Supertaça europeia, sabendo de antemão que já poderá contar com o regresso dos influentes Jorge Costa e Maniche

Motivados pela primeira conquista da época, e depois de gozarem um dia de folga, os dragões começam hoje de manhã a preparar a Supertaça europeia, frente ao Valencia, com um treino à porta fechada, no Centro de Treinos PortoGaia.

Ausências certas são as dos lesionados Derlei e Diego, de resto, baixas confirmadas para as próximas semanas. No entanto, para o embate do Mónaco, o técnico Víctor Fernández já poderá contar com dois reforços de peso: o capitão Jorge Costa e o influentíssimo Maniche, jogadores que não alinharam frente ao Benfica, devido a castigo.

Tais regressos trarão um acréscimo de qualidade ao onze portista. Não só pelas inegáveis capacidades dos referidos atletas, mas também por aquilo que representam para o grupo de trabalho. Ainda para mais num encontro de elevado grau de exigência e onde será fundamental a experiência de ambos.

A entrada de Jorge Costa obrigará o treinador espanhol a mexer no eixo da defesa, devendo sair Ricardo Costa. Pedro Emanuel esteve em excelente plano, mas ainda assim não está colocada de parte a estreia de Pepe, jogador que também falhou o jogo com o Benfica, por motivo disciplinar. Sabendo-se que o brasileiro será, em princípio, um habitual titular ao longo da época, não será de descartar a sua entrada imediata na equipa.

Quanto a Maniche, dispensa apresentações. Nos jogos de preparação que efectuou na pré-temporada, o médio esteve a um nível muito elevado, dando continuidade ao que de tão bom fez sob o comando de Mourinho.

Não foi fácil à SAD segurar o internacional português face às propostas que choveram na Torre das Antas após o Euro'2004, mas a sua permanência, pelo menos, até ao final desta época era crucial. Isto face à debandada dos médios Deco, Alenitchev e Pedro Mendes.

Trocas

O regresso de Maniche obrigará Fernández a fazer mais uma mexida no centro do terreno. Sabendo-se que Carlos Alberto deverá ocupar a vaga de Diego, o mais certo é que seja Hugo Leal a ceder o lugar ao mais influente dos médios portistas. No que respeita a Costinha, a sua posição é absolutamente intocável à frente da defesa.

Além destes, o técnico espanhol já poderá contar com a disponibilidade de todos os jogadores que estiveram na selecção olímpica.

Sob o signo do recordista Baía

O jogo com o Valencia ficará desde logo marcado pela possibilidade de Vítor Baía poder conquistar o 27º troféu da sua carreira. Nesta altura, o guardião portista já é o recordista mundial, mas a vitória no encontro do Mónaco teria um sabor especial, já que no seu vasto currículo ainda lhe falta a Supertaça europeia.

:.Record.pt.:

This page is powered by Blogger. Isn't yours?