<$BlogRSDUrl$>

quinta-feira, maio 27, 2004

Imprensa Internacional rendida ao valor do FC Porto e Mourinho

A imprensa internacional é unânime em reconhecer o mérito do FC Porto na conquista da Liga dos Campeões, nomeadamente a francesa.

"O FC Porto destruiu o sonho do Monaco", escreve hoje em título o diário desportivo francês "L'Equipe". "As esperanças do clube do principado falharam em Gelsenkirchen, frente a uma equipa do FC Porto mais realista, melhor organizada e mais forte (0-3)", comenta o jornal francês, referindo que os campeões portugueses foram "de longe a melhor equipa da Liga dos Campeões Europeus".

"Os portugueses aplicaram a mesma receita das jornadas anteriores, face ao Marselha e ao Lyon. (...) A vitória dos portugueses, de longe a melhor equipa da Liga dos Campeões, é a de um realismo total, brilhante e que, no final de contas, se faz sentir nas zonas onde não se pode perder a bola e ceder um milímetro de terreno ao adversário".

Em Espanha, o "El Pais" anuncia na primeira página, a vitória do FC Porto na Liga dos Campeões, "depois de golear o Mónaco (3-0)", acompanhando o título com foto dos festejos dos jogadores campeões.

Em Inglaterra, as intenções centram-se em José Mourinho.

Para o "Times", o principal assunto relacionado com a vitória do FC Porto sobre o Monaco na final da Liga dos Campeões é a "saída apressada de Mourinho da festa do FC Porto".

A "CNN/Sports Illustrated" anuncia que um "FC Porto nota 10 dá a Mourinho uma despedida de sonho".

"A vitória do Porto sobre o Monaco na final da Liga dos Campeões deu uma despedida perfeita a José Mourinho, enquanto a equipa que criou obteve uma vitória de 3-0 com uma mistura, que já é imagem de marca, de disciplina táctica e brilhantismo brasileiro", comenta.

Admitindo que o resultado final poderá ser lisonjeiro, a "CNN/Sports Illustrated" refere que apesar da pressão a que foi submetido depois do 1-0, o FC Porto manteve um rigor defensivo e uma precisão atacante que lhe permitiram o segundo triunfo numa Taça dos Campeões, 17 anos depois da primeira vitória.

A BBC destaca que "Mourinho deixa Porto" em direcção ao campeonato inglês.

"Mourinho deve ser anunciado como novo técnico do Chelsea, mas o seu nome também tem sido ligado ao Liverpool", acrescenta a BBC, referindo que o técnico dos campeões portugueses e europeus confirmou, no final da vitória sobre o Mónaco, que vai deixar o clube e rumar ao campeonato inglês, provavelmente para o Chelsea.

Mais afirmativo e conclusivo é o "Daily Mirror", que anuncia em grande destaque: "Vou dirigir o Chelsea à minha maneira".

O tablóide inglês destaca declarações do técnico português antes do desafio com o Monaco nas quais José Mourinho disse não aceitar de modo nenhum que lhe imponham jogadores.

"Primeiro, José Mourinho disse-nos que não era um palhaço. Não será um "yesman". Não será uma marioneta para Roman Abramovich (presidente do Chelsea) e Peter Kenyon (director executivo). É mais orgulhoso do que isso", escreve o "Daily Mirror".

"Ele preveniu o Chelsea, também, de que se querem alguém que se deite e receba ordens sobre quem deve ser contratado e quem não deve ser contratado, enganaram-se na pessoa", acrescenta o jornal, que se afirma impressionado com o modo como José Mourinho falou à imprensa.

O "The Guardian", por seu lado, diz que "Mourinho deixa o FC Porto por cima", referindo que se esta final da Liga dos Campeões funcionou como última entrevista para o cargo de treinador do Chelsea, então o técnico português venceu duplamente.

"José Mourinho não só conseguiu o cargo no Chelsea. Mais do que isso, pode ditar as condições que quiser", escreve o jornal, admitindo que o acordo, na prática, já deve estar pronto há algum tempo.

"Peter Kenyon, o director executivo do Chelsea que assistiu à final, deve ter ficado descansado e satisfeito com a sua escolha, ao ver um Mourinho dirigir com maestria a sua equipa do Porto de modo astuto para conseguir uma vitória concludente", acrescenta.

This page is powered by Blogger. Isn't yours?